(Boas) Mudanças no Calendário Vacinal de 2017

vacinação infantil

Olá Dra, ouvi dizer que aconteceram algumas mudanças no calendário vacinal nesse ano de 2017, é verdade? Quais são essas mudanças? 

É verdade sim! Mudanças ótimas! Se tem uma coisa que devemos nos orgulhar do Brasil é o nosso calendário público de vacinação, muito completo e sempre buscando ampliação ❤ 

Nesse ano seis vacinas tiveram seu público alvo ampliado \o

Vamos lá: 

  •  Vacina HPV Quadrivalente (Papilomavírus humano)

Antes só as meninas tinham direito a vacinação de HPV, agora o grande ganho é que os meninos com idade de 12 e 13 anos também poderão receber a vacina! 

Muitos me perguntam se realmente é preciso vacinar os homens, e a resposta é que SIM. A vacina previne os cânceres de pênis, ânus, garganta e verrugas genitais, além disso os homens colaborarão com a redução da incidência do câncer nas mulheres já que irão reduzir a taxa de transmissão. 

O esquema é de duas doses, com intervalo de seis meses entre elas, exceto para as crianças que possuem HIV, que existe um calendário vacinal específico.

Outra mudança da vacina contra HPV é que também ampliou a idade de vacinação das meninas: antes era só até os 13 anos e agora é até os 14 anos (desde que o esquema de 2 vacinas com intervalo de 6 meses entre elas seja completado até 15 anos)

vacina HPV eludicar

 

  •  Vacina Meningocócica C 

Vacina antes restrita para os menores de 5 anos, agora estará disponível para as idades de 12 a 13 anos, com programação de ampliação da faixa etária ao longo dos anos até 2020.  

Para as crianças que já receberam uma dose, a vacina estará disponível para dose de reforço. 

Vacina meningo eludicar

 

  •  Vacina Hepatite A

A vacina hepatite A antes restrita até idade máxima de 2 anos, agora passa a ser disponibilizada até os 5 anos. 

Uma vacina altamente eficaz, com taxas de proteção de 94% a 100%.

vacina hepatite eludicar

 

 

  •  Vacina Sarampo, Caxumba, Rubéola e Varicela (Tetra Viral)

Vacina antes restrita para a idade máxima de  2 anos, agora estará disponível até os 4 anos de idade. 

Lembrando que o recomendado é a vacinação das crianças com a tríplice viral (sarampo, Caxumba e rubéola) aos 12 meses de idade (primeira dose) e aos 15 meses com a tetra viral (segunda dose com a varicela a mais). 

vacina triplice eludicar

 

  •  Vacina Difteria, Tétano e Coqueluche Acelular – dTpa 

A vacina passa a ser recomendada para as gestantes a partir da 20ª semana de gestação.

As mulheres que perderam a oportunidade de serem vacinadas durante a gestação, devem receber uma dose de dTpa no puerpério, o mais rápido possível.

Essa mudança busca garantir que os bebês possam nascer protegidos contra uma doença denominada coqueluche, por conta dos anticorpos que são transferidos da mãe para o feto, evitando que eles contraiam a doença até que completem o esquema de vacinação com a vacina pentavalente, o que só ocorre com seis meses de idade.  

vacina gestante eludicar

 

  •  Resumindo: 

mudancas calendario vacinal eludicar

 

Aproveite as mudanças para colocar o calendário vacinal do seu filho em dia 😉 

 

Médica graduada pela Faculdade Estadual de Medicina de Marília e residente em Pediatria na USP-SP. Apaixonada pelo mundo infantil e pela pediatria.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Inscreva-se e receba nossas newsletters!