Como escolher o berço do seu bebê

Post em homenagem a Mi e a já querida Eva, que me estimulou a estudar sobre o assunto =)

berço enxoval

 

O berço é o local onde seu pequeno passará a maior parte do seu tempo nos primeiros meses de vida e em grande parte sem supervisão direta, por isso deve ser um item totalmente seguro e escolhido seguindo diversos critérios. Vamos lá:

Quanto a escolha do berço:

  • O estrado deve ser feito de uma placa só, podendo ser de qualquer material, idealmente de madeira.
  • O espaço entre as grades do berço não pode ser menor que 4,5cm e nem maior que 6,5cm, seguir esses valores evita que as crianças coloquem a cabeça ou fiquem presas entre as grades
  • A distância entre o estrado e a grade lateral não deve ultrapassar 2,5cm
  • A altura das grades laterais deve ter pelo menos 60cm quando colocada na última posição
  • A tinta usada não pode ser tóxica devido risco de intoxicação, principalmente porque mais tarde os pequenos ficam “mordendo” a grade do berço
  • Existe dois padrões de tamanho de berços, considerando a sua parte interna: o nacional de 1,30m de comprimento por 60 cm de largura e o padrão americano de 1,30 m por 70 cm. Lembre-se disso na hora de comprar o enxoval do berço!
  • As bordas/quinas deve ser arredondadas evitando que o bebê e você se machuquem
  • Ideal que tenha a altura regulável, para nos primeiros meses poupar suas costas e nos meses seguinte ter a segurança de que ele não cairá.
  • Os mecanismos de ajustes do berço devem ser viável para uma mãe realizar com uma criança no colo, mas ao mesmo tempo difícil para que a criança não consiga mexer sozinha.

 

Bercos-seguros-para-os-bebes enxoval

 

 

Além de checar tudo dito acima, antes de comprar você deve:

  • Conferir se o berço escolhido possui certificação das normas técnicas da ABNT (NBR 15860) e do Inmetro (NBR 15860-1 e 15860-2)
  • Checar na internet se existem comentários/reclamações/elogios acerca do produto e da marca escolhida, converse com outras mães e amigas que já tenham usado, pondere as opiniões.
  • Se o que você está levando é estável, com as barras laterais rígidas e firmes
  • Se possui o manual de instalação com versão em português e instruções claras de como montá-lo.
  • Se a madeira utilizada está em bom estado
  • Se os parafusos estão bem ajustados e se são novos
  • Se não existe nenhuma ponta ou fiapo
  • Testar se o sistema de levantar a grade está funcionando, se não está emperrando ou travando.

 

Quanto ao local do berço:

  • Colocar o berço em local que não seja acessível a interruptores, fios elétricos, puxadores, cortinas ou janelas, pois aumentam o risco de acidentes
  • Escolher um local que seja de fácil acesso e de livre circulação

 

Quanto aos cuidados com o berço:

  • Periodicamente cheque se não há alguma saliência ou pontas no berço, cheque também os parafusos e estrado.
  • Ajuste a altura do estrado, bem como a altura do móbile, conforme seu filho for crescendo, pois caso não seja ajustado a criança pode puxar ou se pendurar nele, causando acidentes.
  • Não deixe babá eletrônica nem equipamentos com fio dentro do berço ou próximos ao bebê, na verdade, não deixe NADA dentro do berço que não seja a criança (explico abaixo).
  • Não deixar nunca, nunca, nunca, nunca a grade do berço abaixada se não estiver ao lado da criança, nem por um segundo, é o tempo que eles precisam para virar e caírem.
  • A posição mais baixa é a mais segura e deve ser ajustada assim que o bebê conseguir sentar-se sozinho.
  • Irmãos gêmeos não podem dormir no mesmo berço, cada um deve ter o seu próprio.

 

O que NÃO fazer com o berço:

A Sociedade Brsileira e Americana de Pediatria contraindicam o uso de protetores de berço – Bem como almofadas, ursinho de pelúcia, bichinho, travesseiro, edredon, enfeites, etc. Berço seguro é berço sem nada. Sim, resistam a tentação! Eu sei que eles são lindos e que fica tudo fofo e aconchegante, mas não é seguro para seu filho. Explico o por quê:

  • O principal motivo é que isso pode ocasionar sufocação nos pequenos. Se o seu medo é eles prenderem o braço, machucarem perna, etc, saiba que se seguirmos as indicações das medidas do espaçamento das grades, não correrá esse risco, sendo portanto maior o risco da criança se sufocar do que se machucar.
  • Nos maiorizinhos existe o risco de quedas pois objetos podem ser facilitadores/funcionarem como “trampolim” para escalarem o berço.
  • Favorecem quadros respiratórios/alérgicos por juntarem pó e ácaros.
  • Uma opção para os que não possuem os berços adequados, seria protetor vazado, que permite que o bebê respire.

Captura de Tela 2015-02-10 às 15.37.11

  • Ou ainda aqueles berços de tela, no entanto no mercado normalmente esses berços são os berços portáteis, é importante que você cheque todos os outros itens de segurança já citados.

Berço de tela enxoval bebe

 

  • Lembre-se que o bebê deve dormir de barriga para cima!
  • Além disso evite cobrir o bebê com cobertores ou mantas, se for necessário ou se não tiver opção eles devem ficar na altura do peito para baixo e presos firmemente nas laterais e pé do berço. Lembre-se que as alternativas mais seguras ainda são os pijamas inteiros com pezinhos ou saquinhos de dormir, pelo mesmo motivo de risco de asfixia.

 

Dormir barriga para cima enxoval bebe

 

 

Quanto ao que existe no mercado:

  • Berço com rodinhas – É um mecanismo que ajuda bastante principalmente na hora da limpeza,  fique atenta se o sistema de travas é eficaz e seguro. Os modelos de 4 rodas, é obrigatório o sistema de travamento em pelo menos duas delas.
  • Berços portáteis: eles são leves, práticos de montar e normalmente quebram um galho nas viagens ou casa de avós/parentes. Alguns possuem até itens acoplados. Apenas cheque a estabilidade e sinais de deterioração, pois não são tão duráveis e são mais frágeis.

Berço-portatil- enxoval

  • Berços que viram cama ou outros móveis após o uso: útil para ser reutilizado no futuro, fique atenta se ele cumpre todas as regras de segurança.

Berço que vira cama enxoval        Berço que vira tudo enxoval quarto

  • Berços que possuem acessórios acoplados como trocador, cômoda, cama, gaveteiro, armário.                             berco-acoplado enxoval       Berço comoda acoplada enxoval

 

  • Berço com sistema anti-refluxo: não existem evidencias médicas que a elevação resolva quadros de refluxos; de qualquer forma, também já existe no mercado almofadas que fazem esse trabalho.

Berço anti refluxo enxoval quarto

  • Berço de brexos/sites de troca/emprestados: ótima opção, apenas lembre-se de checar o ano em que foi fabricado pois a depender da data pode estar fora do padrão de segurança atual; lembre-se de verificar as condições do berço como fiapos, madeira, tinta, parafusos, etc..

 

 

  • COLCHÃO

Colchão berco enxoval

Colchão, deve:

  • Ser de espuma, não plastificado, próprio para berços, de baixa densidade (Recomendado: D18)
  • Ser plano e não deformável
  • Ser ajustado perfeitamente ao berço, não deixando passar nem um dedo de um adulto nas laterais
  • Para garantir segurança e durabilidade, deve ser virado pelo menos uma vez por mês e invertido a cabeceira com os pés uma vez por semana
  • Deve ser trocado quando observado alguma deformidade
  • Ao comprá-lo retire todo o plástico que o envolve (aliás, fique atento a isso para todos os novos produtos que comprar)
  • Quando estiver mais crescida, a criança poderá dormir em um colchão com densidade um pouco maior, próximo aos D23 – valor recomendado menores de 50 quilos

 

Para saber mais sobre o enxoval do restante do quarto do bebê, clique aqui. Boas compras! =) 

 

 

Pediatra de profissão, mas principalmente de coração. Formada em medicina pela Faculdade Estadual de Medicina de Marília e em Pediatra pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), Membro da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Consultora de Amamentação. ​


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Inscreva-se e receba nossas newsletters!